Temporã (Guinga/MauroAguiar)

Postado em 2 de setembro de 2016

Vou-me embora/ Vou lá fora/ Uso a imaginação/ Quero ver antes da hora/ Minha nova encarnação/ A sabiá/ Ao divagar no andor/ Fez sem querer/ O tempo andar de ré/ És tu no ar/ O meu primeiro amor/ A sabiá me confirmou/ Vem de longe esse querer/Mas um guará/ Só pra desmerecer/ A sabiá e seu bom coração/ Fez disparar/ O tempo e o pé do ipê/ Ficou sem flor/ Pro bem-me-quer/ Você nem saiu do grão, hein?/ Quer a fábula burlar/ Fui-me embora a contrafeito/ Não aceito a solidão/ Faço agora do meu jeito/ Minha nova encarnação/ Será um sol de não se por/ E a sabiá, meu derradeiro amor/ De par em par/ O que me apetecer/ Irá se dar até porque/ Sei que eu nem saí do grão/ Mas eu fiz por merecer/ Vou-me embora sei que agora/ Já se vive de antemão/ Quem quiser que conte outra/ Uma outra dimensão

Compartilhe: